Você sabe gerenciar o estoque da sua loja?

Você se preocupa com o estoque da sua loja? Sabe exatamente quantas peças estão lá e se elas estão estocadas da forma correta?

Saiba que o gerenciamento do estoque da sua loja é uma rotina muito importante! Um estoque bem gerenciado evita prejuízos e pode ajudar a otimizar seus lucros.

Mas como?

A primeira coisa que você deve entender é que ter um estoque gera custos de manutenção. Muitos produtos no estoque precisam ser limpos, organizados, ocupam espaço e podem atrapalhar a circulação de funcionários.

Por outro lado, com poucas peças estocadas você pode deixar de atender seus clientes correndo o risco de perder vendas.

Então como equilibrar a entrada e saída de mercadorias? Veja algumas orientações que preparamos para você!

1 – Inventário: faça uma lista com todas as peças que você tem no estoque, mesmo aquelas menores precisam ser cadastradas. Se for preciso, faça isso em um dia em que sua loja estiver fechada:  tire tudo do lugar e vá fazendo a sua lista.

Depois que o relatório estiver pronto, você já consegue visualizar os itens que estão em excesso e em falta. Com essa informação você já consegue planejar melhor suas compras.

2 – Cadastro: cada peça deve ter uma informação vinculada a ela: cor, modelo, dimensões e outras. Assim você pode organizar os móveis de acordo com a funcionalidade ou ambiente a que eles pertencem. Verifique como fica mais fácil para você.

Aqui é muito importante saber que é possível contar com softwares de gestão que cruzam os produtos do estoque com todas as outras informações da empresa. Dessa forma, o setor de compras, por exemplo, saberá o quanto comprar de um determinado produto.

3 – Reposição: existem basicamente duas formas de fazer a reposição do seu estoque: modelo contínuo e modelo periódico. No modelo contínuo você faz compras com maior frequência, mas em menor quantidade. A vantagem é que dessa forma é possível reduzir os custos com armazenamento. Já no modelo periódico as compras são feitas em datas agendadas e em maior quantidade, o que abre espaço para negociação com seu fornecedor.

4 – Parcerias: se você tem um bom fornecedor, crie parcerias com ele! Dessa forma é possível negociar prazos de pagamento e entrega de mercadorias (às vezes até antecipadas). Uma das formas de valorizar seu fornecedor é deixar os móveis dele em local de destaque na loja, além de permitir que ele coloque displays pela loja, mas cuidado! Não se esqueça dos outros fornecedores, eles não podem se sentir prejudicados!

5 – Local: verifique se o local está em boas condições. Não deve haver vazamentos, mofo nem umidade. As instalações elétricas devem estar em bom estado para que não haja risco de incêndio e as peças devem ser limpas regularmente. Também é desejável que o local seja iluminado e ventilado.

Finalizando, nunca deixe que seu estoque seja um simples local de armazenamento dos seus móveis. Boa parte dos seus ativos estão lá, então deixe o local sempre muito bem organizado. Dessa forma você reduz custos e melhora sua margem de lucro.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Newsletter

Informe seu e-mail e receba nossos informatívos.

Obrigado por assinar nossa Newsletter!