Seis dicas valiosas para negociar com seu fornecedor

Lojista: negociar com seus fornecedores e conseguir preços e condições melhores aumenta sua competitividade no mercado! Repassando descontos e vantagens exclusivas para seus consumidores, você pode vender mais sem comprometer sua margem de lucro! Saiba como fazer uma boa negociação com quem fornece seus móveis!

– Tenha um “plano B”

Evite ficar na mão de apenas um fornecedor, assim ele não terá tanto “poder” sobre você. Se você tiver mais opções para suas compras, a negociação ficará muito mais vantajosa. E mais: se o fornecedor souber que você tem outras opções, é bem provável que ele faça um esforço um pouco maior para melhorar as condições para você. Outro detalhe importante: quando você sabe que existem outras opções, imediatamente sai do modo “desespero”, que pode ser percebido pelo interlocutor até pela postura corporal. Resumindo: com um “plano B’, você só fecha o negócio se ele for bom.

– Defina os limites

Antes de negociar, faça as contas e verifique o máximo que você pode pagar por aqueles produtos. Durante a negociação, nunca pague mais do que esse valor ao seu fornecedor, assim você não corre o risco de ficar com um “rombo” nas suas finanças. O ideal é que você consiga sempre o menor preço, mas atenção! Cuidado com a qualidade dos produtos! Só pague menos se a qualidade dos produtos que serão entregues for a mesma.  Se não for possível que seu fornecedor baixe o preço, negocie o prazo.

– Tenha um bom relacionamento

quando você compra de um determinado fornecedor por mais tempo, é bem possível que a relação de vocês já seja de confiança. Use isso a seu favor! As pessoas tendem a ser mais flexíveis com quem já conhecem há algum tempo e, em alguns casos, a relação comercial se torna até de amizade. Só tome cuidado para não exigir demais do seu fornecedor por causa disso, ou seja, tenha bom senso para que ele não se sinta prejudicado com a negociação! Assim você garante a boa parceria entre vocês.

– Seja racional

É claro que somos humanos e às vezes levamos as coisas para o lado pessoal. Durante uma negociação isso é desaconselhável. Nessa hora você deve estar calmo para conseguir expor as necessidades da sua loja de forma clara. Além disso, dessa forma é bem mais provável que seu fornecedor lhe ouça e você ainda evita que ele entre na defensiva, o que só torna a negociação mais difícil. Se sentir que as coisas estão saindo do controle, peça um tempo e volte a falar com ele mais tarde.

– Aposte na parceria

Saiba que o seu fornecedor possui informações que você não tem, pois uma grande fábrica atua em diversos mercados diferentes. Em contrapartida, você está bem mais próximo dos consumidores da sua região e tem maior conhecimento regional do que as fábricas. Com isso, procure se aproximar dos seus fornecedores, aposte em novidades e ajude-os com as informações que você recebe de seus clientes. Assim você terá em sua loja produtos cada vez mais assertivos e com maior potencial de vendas.

– Ganha-ganha

 tem uma frase muito interessante que diz: “para que eu ganhe, não é preciso que você perca”. Isso quer dizer que negociação pode ser boa para os dois lados! Procure ver seu fornecedor como um parceiro e não como um adversário. Assim você aumenta as chances de conseguir um bom negócio.

Mais dicas

– Seja flexível: às vezes, para ganhar é preciso ceder em alguns pontos;

– Antes de fechar um negócio, pesquise as condições de outros fornecedores;

– Evite revelar muitos detalhes sobre as suas condições de negociação;

– Tenha uma estratégia de compra: negociar não é apenas pedir descontos;

– Se possível, pague à vista com desconto. Assim você economiza e não acumula boletos;

– Se puder comprar em maior quantidade, negocie um desconto. Mas atenção! Cuidado para não comprar demais e ficar com produtos parados no estoque!

Lembre-se sempre de que o fornecedor deve ser seu parceiro, afinal você depende dele para comprar os produtos que vende. E mais: negociar faz parte do mundo dos negócios então, não tenha vergonha de discutir sobre preços e prazos, basta fazer tudo isso da forma correta.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Newsletter

Informe seu e-mail e receba nossos informatívos.

Obrigado por assinar nossa Newsletter!