Marketplace: você conhece as vantagens e desvantagens?

No segundo post da série sobre Marketplace, vamos falar sobre os dois lados deste modelo de negócios.

Se você viu nosso blog post anterior, explicamos o que é e como funciona esta forma de vendas pela internet. Se não viu, clique aqui.

Vamos para o tema de hoje.

VANTAGENS

1- Visibilidade: dependendo do Marketplace que você escolher, sua loja vai ser vista por milhões de pessoas! Algumas grandes vitrines virtuais chegam a receber mais de 90 milhões de visitas por dia.

Além disso, se os seus produtos estiverem em uma vitrine virtual bem conceituada, os compradores ficarão mais seguros para comprar de você. Por exemplo: imagine um jogo de sofás da sua loja sendo vendido em um Marketplace específico de móveis e bem conceituado. O consumidor se sentirá em um ambiente seguro para fechar a compra.

3 – Vendas: bons Marketplaces chegam a ter 40 milhões de compradores em potencial. Isso significa que seu produto será visto por pessoas realmente interessadas em comprar o que você está vendendo. E mais: sua marca estará ao lado de outras consagradas, potencializando seu valor.

4 – Crescimento: se você já tiver um e-commerce, a participação no Marketplace irá trazer mais compradores. Como seus produtos estarão em um site bem indexado, seu SEO (Search Engine Optimization) vai ganhar força, ou seja, vai aparecer com mais destaque nos sites de busca.

DESVANTAGENS

1 – Dependência: se você vende seus produtos apenas pelo Marketplace, terá que se ajustar às comissões muitas vezes impostas por ele. E mais: se de repente a vitrine escolhida fechar as portas, você terá que começar do zero em outro local.

2 – Identidade: em alguns casos, ocorre a perda de identidade da marca. Por exemplo: você é conhecido por vender móveis de qualidade, mas acaba escolhendo um Marketplace onde as outras lojas vendem móveis baratos e não tão duráveis. Nesse caso pode ocorrer uma associação negativa.

E mais: corre-se o risco de o consumidor lembrar de que comprou uma poltrona sua no Marketplace “X”, mas não o nome da sua loja.

3 – Atendimento: cuidado: se o cliente for mal atendido pelo Marketplace escolhido, ele poderá ter uma experiência negativa com a sua marca. Você pode fazer um teste: faça um pedido e veja como os atendentes se saem.

Conclusão: agora que você conhece os principais prós e os contras do Marketplace, reflita bem e verifique se vale a pena para a sua loja participar de uma vitrine virtual.

No post anterior também damos dicas de como escolher o melhor Marketplace para seu negócio.

Então, boas vendas e boa sorte!

 

Share on Facebook7Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Newsletter

Informe seu e-mail e receba nossos informatívos.

Obrigado por assinar nossa Newsletter!