Você sabe o que é Marketplace?

Com a internet os modelos de negócios se ampliaram muito. Atualmente uma das formas bastante usadas de vender pela rede é o Marketplace.

Para que você conheça melhor esta ferramenta, começa agora uma série de três blog posts em que vamos falar sobre “Marketplace”. Neste você vai saber mais sobre o que é e como funciona esta ferramenta digital.

No segundo, vamos falar sobre as vantagens e desvantagens do Marketplace e no último, como é a participação do setor de móveis neste modelo de negócios.

Negócios

Só para se ter uma ideia do tamanho dos negócios feitos pelo Marketplace, um levantamento da Ecommet mostrou que este modelo de negócios virtual já corresponde a 25% de todo o comércio eletrônico feito no Brasil. Isso corresponde a R$ 75 bilhões, um aumento de 21,9% em relação ao ano anterior.

Saiba mais:

O que é Marketplace?

Para começar, não confunda Marketplace com “e-commerce”.

O Marketplace é uma espécie de shopping center virtual no qual você pode expor seus produtos. É como se você tivesse uma loja em um grande centro de compras, só que pela internet.

A Americanas é um bom exemplo: ela vende produtos de várias lojas (muitas delas pequenas) que não teriam a visibilidade que o site e o nome “Americanas” proporciona. Em troca, o site fica com uma porcentagem do que as lojas vendem.

Outro bom exemplo, mais específico para seu caso, é o do Magazine Luiza. Em seu site, são vendidas marcas de móveis de diversas lojas espalhadas pelo Brasil.

Outros bons exemplos de Marketplaces são: Walmart, Submarino e Livraria Saraiva.

Mas qual a diferença entre Marketplace e e-commerce?

Os dois foram desenvolvidos para vender produtos pela internet. A diferença é que o e-commerce é a loja virtual de uma empresa que vende seus próprios produtos! Já o Marketplace também vende produtos, só que de várias lojas.

O que deve ser observado antes de contratar o serviço:

Verifique:

1 – Visibilidade: observe se a vitrine virtual escolhida é visitada pelo seu público alvo. Alguns vendem de tudo, outros são mais específicos.

Por exemplo: você vende móveis e objetos de decoração, certo? Então procure um serviço que seja forte nesse segmento.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), alguns grandes Marketplaces chegam a receber mais de 90 milhões de visitas por dia!

2 – Layout: deve ser agradável, fácil de navegar, ter boas fotos e espaço para descrição dos produtos.

Isso porque pessoas que compram móveis querem ver detalhes como variedade de cores, textura e principalmente todas as medidas: largura, altura e profundidade.

3 – Reputação: você compraria os produtos que estão à venda naquele Marketplace? Ele precisa passar confiança ao consumidor. Lembre-se que seu produto estará vinculado àquele site, então ele deve ser bem avaliado pelos usuários.

4 – Ferramentas: verifique como é o processo de compra do site. Ele tem que ser fácil e em poucas etapas, caso contrário o consumidor desiste. Uma pesquisa feito pelo E-commerce Radar, mostrou que somente no ano passado a taxa de abandono de carrinhos virtuais foi de 82%!

Qual o próximo passo?

A maioria dos Marketplaces funciona assim:

– Você entra em contato e faz um cadastro;

– Envia uma lista de documentos legais como certidões, comprovantes e declarações;

– O cadastro é analisado e aprovado (ou não);

– Se aprovado, você envia os dados e fotos ou vídeos dos produtos que deseja vender;

– O Marketplace envia a você os pedidos feitos;

– Você faz a entrega e fica responsável por possíveis trocas ou devoluções;

–  Ao final de um período pré determinado, você recebe o valor das vendas menos a comissão combinada, que pode variar, mas a média é de 20%.

Como você viu, o Marketplace é uma ótima forma de vender pela internet. Além de ser um mercado em expansão, ele pode aumentar as vendas e a visibilidade das marcas.

No próximo blog post vamos falar sobre as vantagens e desvantagens do Marketplace.

Até lá!

 

Share on Facebook7Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Newsletter

Informe seu e-mail e receba nossos informatívos.

Obrigado por assinar nossa Newsletter!