Como reduzir os custos da sua loja?

Quando se fala em cortar custos, a maioria das pessoas veem apenas o lado negativo da coisa. Mas não é assim. Gerenciar melhor os recursos pode fazer um bem enorme para sua empresa. Basta pensar que o dinheiro economizado pode ser revertido em benefícios para todos: você, seus funcionários e para a própria loja. Veja algumas atitudes simples que podem lhe ajudar nessa tarefa:

1 – Identifique os custos

Faça uma lista dos custos fixos e variáveis. Os fixos são por exemplo: energia elétrica, folha de pagamento, telefone, aluguel, entre outros. Já os variáveis podem ser comissão de vendedores, custo com montagem ou a manutenção da loja, como uma nova pintura, por exemplo.  Coloque todos estes dados em uma planilha, mês a mês, assim você terá o controle total de suas finanças. Além disso você deve saber, detalhadamente, informações financeiras do fluxo de caixa: quanto dinheiro entrou e quanto saiu e por qual motivo;

2 – Negocie com os fornecedores

Se você sempre compra dos mesmos fornecedores, já deve ter um bom relacionamento com eles. Uma boa dica é comprar um volume maior das peças que vendem mais (e assim conseguir um melhor desconto), baixar o custo de frete ou melhorar as formas de pagamento. Alguns lojistas optam pela venda de móveis em consignação, mas antes de fazer isso verifique se é vantajoso. Você também pode procurar outros fornecedores. Pode ser que você até encontre melhores condições em preços e qualidade;

3 – Reveja os pequenos gastos

Sabe aquela figura de um balde de água cheio de furinhos? Com o tempo o balde esvazia e você nem percebe onde o dinheiro foi gasto. Então, faça uma vistoria completa na sua loja:

  • Veja se é possível trocar as lâmpadas convencionais pelas de LED (são mais caras mas com o tempo compensam o custo);
  • Verifique se há vazamentos de água ou energia no prédio. Às vezes apenas uma torneira pingando pode significar um alto custo no final de um ano;
  • Reveja seu plano de telefonia. Pode ser que você esteja pagando por serviços que não usa. Aproveite e converse com seus funcionários sobre o uso consciente deste aparelho;
  • Faça com que cada funcionário use apenas um copo descartável de água ou cafezinho por dia. Não se trata de mesquinharia, mas sim de consumo consciente;
  • Imprimiu um documento errado? Utilize o verso como rascunho e evite o desperdício!
  • Antes de comprar material de escritório, peça para todos os colaboradores ficarem somente com o material necessário em suas mesas. O resto deverá ir para um estoque que poderá servir a todos. Assim você não compra nada sem necessidade.

4 – Automatize os processos

Atualmente existem no mercado softwares que gerenciam todos os processos da sua empresa. Conhecido como ERP (Enterprise Resourcing Planning) ele lhe dará, de forma centralizada, todas as informações que você precisa para gerenciar sua loja: controle de estoque, fluxo de caixa, contas a pagar e a receber e outras informações. A vantagem é que você investirá apenas em um software e além de economizar custos, ainda ganhará tempo. Alguns exemplos são o Consistem, Senior, e Jiva.

5 – Faça parcerias!

Aqui é o famoso ganha-ganha. Entre em contato com lojas de decoração e faça um acordo de exposição de produtos. Por exemplo: a loja lhe fornece colchas, almofadas e abajures para valorizar seus móveis e você lhe empresa camas, poltronas e mesas para que ela também os utilize para encantar os clientes. Não se esqueça de deixar um cartão da sua loja caso algum cliente fique interessado.

Você sabe como custa caro manter uma loja. Mas a boa notícia é que com estas atitudes (e muitas outras) é possível reduzir bem estes custos. Não tenha medo de fazer as mudanças necessárias para que isso aconteça. Com o tempo todos sairão beneficiados com o dinheiro que será economizado.

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Newsletter

Informe seu e-mail e receba nossos informatívos.

Obrigado por assinar nossa Newsletter!